"Dor é inevitável, sofrer é opcional."

Um dos grandes desafios que a sociedade atravessa hoje é o divórcio. Parece que você não vê mais muito "eles foram felizes para sempre". Alguns dados nos dizem que nos Estados Unidos um em cada dois casais se separa, na Europa e na América Latina um em cada quatro. O mais triste é que é uma tendência crescente.

Não pretendo escrever sobre os motivos do divórcio, ou se você pode ou não se divorciar. Minha posição é não ao divórcio, o casamento deve ser salvo, mas entendo que hoje muitas pessoas não têm as ferramentas adequadas ou buscam a ajuda necessária para poder resgatar seu casamento do "incêndio", e acabar separados ou em divórcio. O casamento não é fácil, requer empenho, trabalho e dedicação diária de ambos, não de uma pessoa.

Muitos pensam que quando se divorciaram, sua vida acabou, que tudo desmoronou e sua vida nunca mais será a mesma, e se tenho certeza disso é que sua vida nunca mais será a mesma. Sem dúvida ninguém se casa e depois se divorcia, todos sonhamos em ser felizes no casamento e quando o casamento dos seus sonhos acabar, o que você pensa é que aí acaba a sua vida e que não vai conseguir reconstruir a sua vida. Você começa a ver o copo meio vazio, em vez de olhar para ele com otimismo e pensar que agora sua vida pode ser melhor porque agora você tem a oportunidade de decidir como quer que sua vida seja.

Podemos aprender com a dor para não passarmos por situações que não gostamos ou não queremos novamente.O que você pode aprender com o fracasso? Que coisas você não faria de novo? E se você fizesse ao estabelecer um novo relacionamento?

Respondendo a essas perguntas, você encontrará as respostas:

  • "Eu deveria ter ouvido meus pais."
  • "Eu não deveria ter tomado uma decisão precipitada de me casar."
  • "Não seja jugo desigual."

Em suma, resta muita experiência de dor para construir uma nova vida. Sua vida não termina até que Deus decida chamá-lo.

"Cada dia é o início de uma nova manhã."

O próximo passo que você deve dar é olhar para o futuro, a realidade é que o tempo não pára e você deve planejar como deseja que seja sua nova vida. Você precisa estabelecer um plano onde possa desfrutar da vida que Deus preparou para você. Não fique com dor, não fique preso ao seu passado. Procure crescer como pessoa, conhecer pessoas, fazer amigos que apoiem a sua vida.

Comece a visualizar sua vida para os próximos anos, não pegue o que vier, planeje para onde quer chegar, foque e siga em frente. O que você faria ao estabelecer um novo relacionamento?

Eu entendo que muitos não acreditam em planejamento, e se escondem atrás de “seja feita a vontade de Deus” como se Deus estivesse jogando dados conosco. Quando pensamos assim é porque você não sabe quem você é, você perdeu sua identidade e vive com medo ou com medo de estar errado. Outros vivem pensando que Deus está chateado com eles porque fracassaram no casamento e dizem a si mesmos que não há por que planejar o futuro.

Hoje tenho uma boa notícia para você: “O grande amor do Senhor nunca acaba e sua compaixão nunca acaba. Todas as manhãs seus benefícios são renovados; Quão grande é a sua fidelidade! " Lamentações 3:22, 23

Você pode escolher como quer viver a vida, quando fizer uma boa escolha, será feliz.

Hoje é o melhor momento para sair dessa dor no seu coração, hoje você pode começar a viver uma nova vida.

Com amor e liderança,

Pedro Sifontes
Coach Pessoal
[email protected]
www.liderazgocreativo.com