Era uma vez um viajante que caminhava pelo deserto quando chegou à beira de um desfiladeiro. Procurando uma maneira de cruzá-lo, ele percebe que há uma longa corda esticada do outro lado. Enquanto seus olhos começam a seguir a corda até a outra margem; ele fica surpreso ao ver um homem caminhando em sua direção, dirigindo um carrinho de mão com confiança. Ao chegar à margem do seu lado, o viajante exclama:

-Isso é assustador!

O homem no carrinho de mão pergunta a ele:

"Você acha que eu posso fazer isso de novo?"

“Tenho certeza que sim”, responde o viajante. "Se você fez isso com tanta confiança."

"Você realmente acha que eu posso fazer isso de novo?"

"Sim, definitivamente sim."

"Muito bem, tudo bem", disse o homem com o carrinho de mão, "Entre e eu o levo para o outro lado."

Na maioria das vezes, nossa falta de fé limita nossas possibilidades.

Fé é acreditar o suficiente para agir. O que acontece é que na hora da verdade temos medo de dar o passo e consequentemente ficamos paralisados.

O medo sempre paralisa e acabamos sendo prisioneiros do presente. Muitos perdem oportunidades por medo do fracasso ou da incerteza.

É por isso que o medo é sempre derrotado pela fé.

Fé é acreditar o suficiente para estar aberto ao improvável, mas temos que dar o primeiro passo. Como você pode ver, fé e coragem andam de mãos dadas.

Mais da Vida com Jorge Cota
www.JorgeCota.com
Contato: [email protected]