Porque o teu Deus vai contigo, para lutar por ti contra os teus inimigos, para te salvar. Deuteronômio 20: 4

Nossos únicos inimigos são os inimigos de Deus. Não lutamos contra os homens, mas contra a malícia espiritual. Lutamos contra o diabo, contra a blasfêmia, contra o erro e o desespero, que são seus aliados. Lutamos contra todos os exércitos do pecado: impureza, embriaguez, opressão, injustiça, impiedade. Contra esses inimigos lutamos com eficácia, mas para isso não usamos espada ou lança. As armas da nossa milícia não são carnais.

O Eterno, nosso Deus, odeia tudo o que é mau, por isso vem conosco para lutar nesta cruzada. Ele quer nos salvar e nos conceder graça para que possamos servir como soldados fiéis e ganhar a vitória. Podemos ter certeza de que, se estivermos ao lado de Deus, Deus também estará ao nosso lado. Com um aliado tão augusto, o resultado não pode ser posto em causa.

E isso não porque a verdade é poderosa e deve prevalecer, mas porque a força está em Deus, que é onipotente, em Jesus, a quem foi dado todo o poder no céu e na terra, e no Espírito Santo, que cumpre sua vontade entre os homens. Soldados de Cristo, coloquem sua armadura. Lute em nome do Deus da santidade e aceite a sua salvação pela fé.

Não vamos deixar esse dia passar sem ter lutado por Jesus e pela santidade. Quanta confiança me inunda sabendo que esta promessa é para mim.

Senhor, obrigado por estar ao meu lado e me proteger. Eu sempre quero estar ao seu lado. Amém.

Charles Spurgeon.
Livro de cheques do Banco da Fé.