Boas amizades podem ser uma grande bênção e vice-versa!

A amizade é o afeto pessoal, puro e desinteressado, compartilhado com outra pessoa, que nasce e se fortalece com o tratamento. A amizade é uma das relações interpessoais mais comuns do ser humano.

Aristóteles menciona três tipos de amizade: por interesse, por prazer e pelo bem; mas só o que surge do bem merece ser chamado de amizade.

Para Cícero e Sêneca, amizade implica harmonia, boa vontade e afeto, "querer e rejeitar o mesmo".

A amizade moderna se distingue pelo alto grau de autonomia atribuído a uma pessoa, na medida em que ela tem a relação nas mãos tanto para iniciá-la quanto para rompê-la. Cuidado com esse tipo de amizade, na verdade não é amizade! Um verdadeiro amigo é aquele que está presente o tempo todo, aquele que o levanta quando você está para baixo. É na turbulência que a amizade é posta à prova! Amigo é aquele que chega até nós e também nos confronta quando fazemos algo errado.

Provérbios 18:24 Um homem que tem amigos deve ser amigável, e os amigos são mais próximos do que um irmão.

João 15:13 Ninguém tem maior amor do que este: de dar alguém a sua vida pelos seus amigos.

Amizades que respeitam, edificam, que compartilham as mesmas crenças, são amizades a serem preservadas e valorizadas. Todo casamento precisa de pares de amigos para compartilhar e desfrutar. Porém, devemos esclarecer que os amigos de um casamento devem ser amigos de ambos e ser igualmente aceitos por ambos. Não pode haver amigos individuais separados. Ou são amigos de ambos ou de nenhum!

Se você tem amizades contra a vontade de seu cônjuge, você está agindo errado e terá problemas mais cedo ou mais tarde. Mesmo que você tenha uma amizade duradoura que seja muito valiosa para você, se seu cônjuge não gostar, você deve deixar essa amizade imediatamente! Porque seu casamento e sua família têm prioridade.

Se seu cônjuge estava errado, o Senhor revelará a ele no devido tempo, mas você deve defender e cuidar do coração de seu cônjuge, quebrando qualquer amizade que não seja edificante para a família.

O relacionamento com os amigos, por mais excelente que seja, tem seus limites. Todo casamento deve conhecer os limites da amizade. O respeito deve ser uma barreira protetora para toda amizade. Nunca desrespeite seus amigos, nem permita que eles desrespeitem você ou qualquer membro de sua família.

A consideração é outro elemento indispensável na amizade. Tente não exceder a confiança que seus amigos lhe deram e não permita que eles excedam seu limite de confiança. Sempre falem a verdade um com o outro. Amizades saudáveis que duram para sempre são esse tipo de amizade.

Converse com seu cônjuge e faça uma boa análise de todos os seus amigos e decida quais você vai cultivar e quais vai se retirar definitivamente. O casamento deve construir suas próprias amizades, desenvolvendo relacionamentos saudáveis com outras famílias com as quais tenham algo em comum. E o que é mais importante do que compartilhar uma FÉ em Cristo Jesus. Essas são as amizades que devem ser cultivadas e desenvolvidas.

Seu casamento e sua família são o tesouro mais valioso que Deus lhe deu. CUIDE DELE!

Luis e Hannia Fernandez.
www.libresparaamar.org