Certa vez, um camponês caçou uma águia na floresta, trouxe-a para casa e a criou entre seus pratos e perus. Cinco anos depois, um naturalista veio visitá-lo e viu o pássaro. Disse-lhe:

"Isso é uma águia, não uma galinha!"

"Sim", respondeu o camponês, "mas já a criei para ser covarde."

"Mesmo assim", disse o naturalista, "tem asas que medem cerca de cinco metros." É uma águia!
"Nunca vai voar", disse o camponês.

O naturalista discordou e eles decidiram colocar sua diferença à prova.

Primeiro, o naturalista pegou a águia e disse:

-Eagle, você é uma águia; você pertence ao céu e não à terra; abra suas asas e voe.

A águia viu as galinhas e saltou para o chão. No dia seguinte, o naturalista levou a águia até o topo da casa e disse a mesma coisa para ela antes de soltá-la. Novamente, ele avistou as galinhas abaixo e agitou-se para se juntar a elas e comer.

"Outra tentativa", disse o naturalista.

Ele levou a águia para uma montanha. O pássaro trêmulo olhou em volta e então o naturalista o fez olhar para o sol. Por um momento, a águia abriu as asas, deu um guincho poderoso e voou para nunca mais voltar.

Outros podem dizer que você é um pedaço de carne, uma galinha em vez de uma águia. Mas, no fundo, você tem um espírito criado à imagem de Deus e está destinado a voar.

Cada ligação é ótima
ao olhar duro.

Filipenses 3:14
Eu continuo em direção à meta de conseguir o prêmio
da alta vocação de Deus em Cristo Jesus.